segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Ocomon - Instalação e Configuração


TecnoINFObsb






Criei esse documento mostrando os passos executados durante a instalação e configuração do Mysql e Ocomon.

Instalação

Ambiente: Cento Os 6.0

Requerimento:

perl-DBI-1.52-2.el5.i386.rpm
mysql-5.0.77-4.el5_5.4.i386.rpm
mysql-devel-5.0.77-4.el5_5.4.i386.rpm
perl-DBD-MySQL-3.0007-2.el5.i386.rpm
mysql-server-5.0.77-4.el5_5.4.i386.rpm
mysql-test-5.0.77-4.el5_5.4.i386.rpm
php-5.1.6-27.el5_5.3
php-common-5.1.6-27.el5_5.3
php-cli-5.1.6-27.el5_5.3
php-pdo-5.1.6-27.el5_5.3.i386.rpm
php-mysql-5.1.6-27.el5_5.3.i386.rpm
php-gd-5.1.6-27.el5_5.3.i386.rpm



Para realizar a instalação de cada pacote é necessário executar o comando: yum install seguido do nome do pacote que será instalado, seguindo a ordem mencionada no requerimento:

# yum install perl-DBI-1.52-2.el5.i386.rpm
yum install mysql-5.0.77-4.el5_5.4.i386.rpm
yum install mysql-devel-5.0.77-4.el5_5.4.i386.rpm
yum install perl-DBD-MySQL-3.0007-2.el5.i386.rpm
yum install mysql-server-5.0.77-4.el5_5.4.i386.rpm
yum install mysql-test-5.0.77-4.el5_5.4.i386.rpm
yum install php-pdo-5.1.6-27.el5_5.3.i386.rpm
yum install php-mysql-5.1.6-27.el5_5.3.i386.rpm
yum install php-gd-5.1.6-27.el5_5.3.i386.rpm

Após realizar a instalação dos pacotes acima o mysql utilizará o diretório /var/lib/mysql para o dicionário de dados do Mysql e inicialmente um banco de teste, localizado dentro do diretório /var/lib/mysql como mysql e test.

O Mysql utiliza ACLs para permitir que os seus usuários consigam conectar, inicialmente é necessário criar a senha para o usuário root do banco, para isso execute o comando abaixo:

# service mysqld start
# mysqladmin -u root password insira_a_nova_senha_aqui
# mysqladmin -u root -h localhost password insira_a_nova_senha_aqui

Dependendo de como o usuário root irá se conectar no banco, cadastramos as senhas seguindo o mesmo conceito.

Após isso podemos conectar no Mysql com o usuário root, executando o comando abaixo:

# mysql -u root -p

Será solicitada a senha cadastrada para o usuário root, depois será disponibilizado o prompt de comando do mysql.

Execute a instrução abaixo para que o mysql mostre os bancos existentes:

>show databases;

+-----------------------------+
| Database                       |
+-----------------------------+
| information_schema        |
| mysql                            |
| test                               |
+-----------------------------+
3 rows in set (0.00 sec)

Com isso terminamos o procedimento de instalação do Mysql.

Para aumentar a segurança do Mysql, execute o script mysql_secure_installation para que o mesmo reconfigure alguns parâmetros para aumentar a segurança do mysql.

Instalando o Ocomon

O Ocomon é um sistema para o gerenciamento de chamados abertos para o help desk da empresa.

Realize o download do arquivo ocomon_2.0-RC6.zip no seguinte link: sourceforge.net/projects/ocomonphp/files

Salve o mesmo no servidor e após concluir o download, execute o comando abaixo para descompactar e gerar um novo diretório para realizar a instalação:

# unzip ocomon_2.0-RC6.zip

Será criado o diretório ocomon_2.0-RC6.

Crie o diretório ocomon dentro diretório root do Apache para que o servidor Apache possa publicar esses arquivos, execute os comandos abaixo para isso:

# mkdir /var/www/html/ocomon/
# rsync -av ocomon_2.0-RC6/ /var/www/html/ocomon/

Acesse o diretório que possui o script para popular o Mysql com a estrutura de tabelas utilizadas pelo Ocomon:

# cd /var/www/html/ocomon/install/2.0RC6/

Edite o arquivo DB_OCOMON_2.0RC6_FULL.SQL alterando o nome do banco. Siga as linhas abaixo e substitua as linhas semelhantes no arquivo com os exemplos abaixo:
CREATE DATABASE ocomon DEFAULT CHARACTER SET utf8;
CREATE USER ocomon IDENTIFIED BY 'senha_do_usuario';
GRANT SELECT , INSERT , UPDATE , DELETE ON ocomon .* TO 'ocomon'@'localhost';
GRANT ALL PRIVILEGES ON ocomon.* TO 'ocomon'@'localhost' IDENTIFIED BY 'senha do usuario ocomon';
USE ocomon;

Salve o arquivo e execute o comando abaixo para iniciar a criação:

# mysql -u root -p < DB_OCOMON_2.0RC6_FULL.SQL

Após esse procedimento, o banco, o usuário e as tabelas estarão criadas no Mysql.

Agora é necessário alterar o arquivo de parâmetros do próprio Ocomon, para isso, execute:

# /var/www/html/ocomon/includes
# mv config.inc.php-dist config.inc.php

Acesse o arquivo config.inc.php e altere o nome do banco para o nome indicado dentro do script executado para criar o banco:

# vi config.inc.php

Encontrar as linhas semelhante as abaixo e alterar seguindo esse exemplo:

define ( "SQL_USER", "ocomon");
define ( "SQL_PASSWD", "senha_do_banco");
define ( "SQL_SERVER", "localhost");
define ( "SQL_DB", "ocomon");
define ( "DB_CCUSTO","ocomon");

Essas informações são as mesmas informadas dentro do script que criou o banco.

Obs.: Ao terminar esse processo, verifiquei que o PHP não estava conseguindo logar com o usuário ocomon no Mysql, retornando a mensagem "Access denied for user 'ocomon'@'localhost' (using password: YES)". Ao analisar o motivo, identifiquei que não havia informado o mysql para dar permissão para o usuário ocomon logar no banco. Para conceder essa permissão para o usuário ocomon, logue-se com o usuário root no mysql ( use o comando mysql -u root -p), após logar-se, execute a linha abaixo:

> GRANT ALL PRIVILEGES ON ocomon.* TO ocomon@localhost IDENTIFIED BY 'senha do usuario ocomon;

Essa mesma linha pode ser inserida no script que cria o banco para o ocomon, dessa forma, não sendo necessário executar ela agora, com o usuário root.

MUDAR A CODIFICAÇÃO DOS CARACTERES DO OCOMON


Edite o arquivo "httpd.conf":
#vim /etc/httpd/conf/httpd.conf
e procure pela linha "AddDefaultCharset UTF-8":
É a linha 747.
AddDefaultCharset UTF-8
Você deve trocar o "UTF-8 por iso8859-1". 
A linha vai ficar assim:
AddDefaultCharset iso8859-1


Após realizar o passo acima, a página do ocomon já estará disponível através do endereço especificado no servidor web, no contexto desse documento, o acesso a página é feito acessando o link http://localhost/ocomon.

Caso fique dando o erro:

403 - FORBIDDEN
YOU DON'T HAVE PERMISSION TO ACCESS /OCOMON/ ON THIS SERVER

Verifique todas as questões de permissões de pastas.No meu caso eu estava com o SeLinux ativado, eu o desativei com os comandos:

getenforce -> verifica se está ativado, caso o retorno seja Enforcing ele está ativado.

setenforce 0 -> desabilita o SeLinux.


Como é o primeiro acesso, o usuário a ser utilizado é o admin com a senha admin. Altere a senha do usuário admin quando possível.

Logo após, quando você acessar http://localhost/ocomon coloque no campo usuario e senha -> admin admin,  se perceber que os caracteres estão sem formatação, sem acentuação você terá que alterar a configuraçãao de codificação do Apache.
# vim /etc/httpd/conf/httpd.conf
altere a linha AddDefaultCharset utf-8 para AddDefaultCharset iso-8859-1

Migrando Base de Dados Ocomon

Se existir a necessidade de migrar as informações de uma antiga instalação do Ocomon para o novo equipamento com essa nova instalação, para isso, acesse o servidor antigo e gere o dump com o comando abaixo:

# mysqldump -u root -p --opt ocomon > dump.sql

Depois, execute a importação, para isso, acesse o novo servidor e execute o comando abaixo:

# mysql -u root -p database_name < dump.sql

Nesse momento, ao acessar a página do Ocomon, deve ser observado que todas as informações já estão prontas para a utilização, podendo desligar o antigo Ocomon no servidor antigo. 

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Facebook Favorites More